ALAP | Associação Latino-Americana de Publicidade

SOBRE A ALAP

A ALAP – Associação Latino-americana de Publicidade é uma entidade sem fins lucrativos que congrega agências de Comunicação, Digital e de Design; e Comunicadores com atuação em países da América Latina e nações de lingua portuguesa e espanhola.
Esta associação tem por finalidade o desenvolvimento, a profissionalização e intercâmbio de informações e experiências do mercado da indústria da publicidade latino-americana.

SÃO OBJETIVOS

  • Associar agências de Comunicação, Digital e de Design; e Comunicadores.
  • Promover Seminários, Fórum, Congressos, Convenções, Jornadas, Workshops, Exposições, Feiras, Eventos Artísticos e Esportivos e Culturais;
  • Implantar e desenvolver um sistema de Certificação de Depósito de comprovação da anterioridade da ideia publicitária de pessoas físicas e jurídicas, através do seu projeto BANCOMARK – Banco de Comunicação e Marketing;
  • Divulgar e propugnar a integração latino-americana da atividade publicitária;
  • Desenvolver esforços pela compatibilização de Leis, Códigos de ética, Normas-Padrão e de Autorregulamentação;
  • Manter troca de informações com entidades congêneres e de profissionais da América Latina e de países de idiomas português e espanhol; Recomendar a utilização de uma Tabela de Preços Referenciais dos Serviços Internos das Agências de Publicidade;
  • Cooperar com o Poder Público e Autoridades de cada pa´s em assuntos de interesse educativo, técnico e profissional.

 

Últimas Notícias

UM BRASIL DIFERENTE NA SEMANA FARROUPILHA EM PARIS

*João Firme

Quem diria que nossas idéias de divulgar o  Brasil que acreditamos com as Edições Extras do Festival de Gramado no exterior deixasse sua marca em Paris e se tornasse inspiração de uma gaúcha (Jaqueline Dreyer) residente na capital luz para realizar com o apoio da ALAP, desde 2012, o Festival do RS em Paris na Semana Farroupilha com desfile de bombachas e lindas prendas pelas Avenidas da capital do país da bastilha.

Perdemos a Revolução Farroupilha mas não perdemos a dignidade e pela pátria morremos na esperança.

Quem abrir o site www.soldosul.fr vai se orgulhar de ser brasileiro dando show em Paris mostrando a arte de Paixão Cortes, antecedendo com imagens de Gramado e de Porto Alegre, as duas cidades mais importantes do Brasil no vídeo, atraindo turistas que antes debandavam para cidade maravilhosa que um dia foi porque não conheciam Porto Alegre e Gramado e não é a toa que os franceses tenham escolhida a cidade das hortênsias para fazerem a apresentação das Normas ISO 9000 em 1997, e em 2007,  os japoneses para mostrarem em primeira mão a TV Digital vendida para o Brasil, Argentina e Chile, e os Chineses com o Ministro das Comunicações vir tomar conhecimentos da propaganda governamental organizada no governo Figueredo com licitações das agências.

Estivemos 3 vezes na capital de Napoleão Bonaparte desde 2004 para a concretização do Festival de Gramado e 2 para participar do Festival do RS em Paris, cidade que adotou  o Orçamento Participativo Gaúcho e mostrou a criatividade de talentosos publicitários e cineastas  com os Premiados de Gramado, destacando dessa forma a Arte e a Cultura do nosso grande país.

Se a saúde me permitisse estaria de malas prontas para ir desfilar em Paris (com o meu Pala que ganhei do Paixão) na capital de Joana D”Arc nos dias 20, 21 ,22 ,23 e 24 de setembro, a semana do Bem.

*Publicitário e Jornalista

PRESIDENTES E PRÊMIOS NOBEL NA MINHA VIDA DA PROPAGANDA

*João Firme

Pesquisando para preencher meu tempo de vida encontrei no meu currículo que pela propaganda fui convidado para entrevistas com os presidentes, marechal Pinochet, Chile (Santiago, 1979); general Figueredo, Brasil (Brasília,1983) e Oscar Arias, Costa Rica (San José, 1987), e como jornalista e publicitário entrevistei, Norman Borlang, prêmio Nobel de Agronomia -USA (Passo Fundo,1970) e Oscar Arias, prêmio Nobel da Paz, Costa Rica (1987, San José).

Com o Pinochet conseguimos com a Associação Chilena de Agências de Publicidade, após conferência Constituição de Colégios Profissionais no 1º Congresso Latino-Americano de  Publicidade em Santiago em novembro de 79, convencer o controvertido militar chileno a autorizar no mesmo ano um convênio PUCRS e PUC/Chile para os cursos de Propaganda e Relações Públicas na capital do libertador O’Higgins.

Para o general, Figueredo no dia 2/12/73, o Gelo de Gramado entregamos o Galo de Gramado  por ter desativado a house agency do governo federal que detinha as contas publicitárias dos Ministérios, Autarquias e Órgãos Públicos.

Oscar Arias foi  a entrega dos troféus Paixão Cortes e Galo de Gramado para o Grand Prix, Melhor Anúncio Impresso de Turismo nos dois mares, Atlântico e Pacífico, conquistado pela McAnn Erickson de San José, no 1º FIPTUR-Festival Internacional de Publicidade do Turismo e Ecologia realizado em Porto Alegre em 1987.

Norman Borlang do país de Thomaz Jefferson, nos selecionou entre 5 jornalistas para entrevistá-lo sobre sua pesquisa de genética do trigo numa lavoura trigal da terra de Teixeirinha.

Na época, 72, éramos estudantes de Ciências Jurídicas e Sociais.

A  minha trajetória de comunicador e jurista devo à Propaganda.

*Publicitário e Jornalista

PAIXÃO CORTES E A PROPAGANDA BROTAM NOSSAS RAÍZES PARA O MUNDO

*João Firme

Inestimável é a contribuição de Paixão Cortes como pesquisador e divulgador do folclore gaúcho e de sua ligação com a área publicitária rio-grandense. Em 1961 na TV Piratini, hoje TVE, foi o astro do  primeiro programa de TV em videotape  do RS, exportado semanalmente para SP (Tupi), RJ (Continental) e Recife com o nome que idealizamos, Cidades Gaúchas, contendo imagens e potencialidades econômicas dos primeiros municípios do Estado, danças gaúchas, destacando nos programas de 6 meses, a música, a literatura e arte.

Desfilaram nas câmeras os melhores CTGs, Érico Veríssimo com sua Cruz Alta, Paulo Brossard, Alberto Andre, Mario Quintana,Vasco Prado,  Caringe de Pelotas, os artistas Lupicínio Rodrigues, Salvador Campanela, Plauto da flauta, Braguinha do cavaquinho, Nelson Gonçalves, Francisco Lopes, Teixeirinha, Teresinha Monteiro, Tulio Piva, Nico Fagundes, Lauro Rodrigues, Lamaison Porto, Candido Norberto, Carlos Nobre, Rubens Alcantara, Mauricio Sobrinho,  Paraná e seu regional da Gaúcha  e outros. Certa vez o Paixão organizou em Viamão  uma tarde gaúcha para mostrar nossas raízes e graças à propaganda dos patrocinadores Randon e Transportadora Mayer, foi possível dar esta autenticidade. O evento ganhou publicidade com editorais em jornais e um prêmio da Revista do Rádio. Publicamos até um anúncio com o título” É cavando que se Vence”.

O Paixão dos gaúchos ajudou a criação da Arauto Publicidade nos anúncios para a Saphira, A  Erva que não Entope; Café Dinamite, Chega de Café de Chaleira, o comercial do  gauchinho Grazzito da Grazziotin que aparecia às 21h pela TV para avisando as crianças que era hora de dormir (alegria dos pais) e por uma semana foi a estrela da Semana Gaúcha no Hotel Comodoro em SP onde recepcionava  autoridades, empresários, imprensa e o público num stand de fogões Venax onde posou na sua perna direita a Garota Café (O Paixão louco de faceiro com sua cara de macho) ganhou manchetes nos Jornais. Ele vendia o RS que estava presente com stands de frigoríficos, vinhos, calçados, malharias, erva mate e produtos industrializados de óleos de Soja, Trigo e Milho. O CTG de Osório servia o churrasco nas mesas à noite, dançava alegremente, enquanto um seleto público degustava o primeiro milagre de Cristo que a pedido da mãe num casamento transformou a água em Vinho.

O trabalho do engenheiro agrônomo Paixão Cortes repercutiu tanto que a   Banda Tom Bloch que interpretou a música “Jardim” composta especialmente para  O 14º Festival Mundial de Publicidade de Gramado de 2005,   lembra que temos nossas raízes e tem esta maravilha de letra,”Brotem para o mundo,mas guardem a aldeia em que nasceram”.

*Publicitário e Jornalista