PARIS SAINT GERMAIN NA HISTÓRIA DA PROPAGANDA

 In Artigos

*João Firme

Sei que muita gente vai dizer que estou louco por Paris no fim desses tempos que Deus me permite viver por sonhar em ver o time de Neymar em Porto Alegre ajudando as crianças com câncer, diabetes e deficientes visuais. Sou respeitado por ter participado da criação  do Conselho Nacional da Auto-Regulamentação Publicitária, considerado o melhor no mundo pelos franceses por não fazer a “auto-censura”.

Alain Cayzak, publicitário, presidente do grupo Euro/RCG, diretor da AACC – Associação de Agências de Comunicação e Comunicadores da França e presidente do Paris Saint Germain me convidou para ir à capital da cultura num dia de março. À noite jantei passeando pelo Sena e fui comunicado que, em Gramado nos dias 11 e 12 de setembro de 1998 no hotel Serra Azul, seria realizada a 1ª Convenção Mundial de Produtividade e Qualidade para lançamento da ISO 9000 na América Latina e me deram o programa pronto. Interrompi perante uns 10 publicitários e o diretor de marketing da Nestlé, afirmando que a notícia era formidável, mas o Sindicato das Agências de Propaganda do qual estava presidente não tinha “cacife” financeiro para o evento e a resposta foi imediata: “tudo é custo zero, João, pois a AACC vai bancar e em São Paulo tenho na direção da nossa filial o Dalton Pastore, que é muito competente e te ajudará no que for preciso para que este empreendimento cultural que entrará na sua história”. Fiquei emocionado e pela primeira vez me deliciei com o ”Châteauneuf du Pape”, que me parecia  o vinho de Cristo, enquanto os colegas sorriam com champanhe e escargot.

Chegando, falei o Dr. Jorge Gerdau contando o que me aconteceu. Ele me felicitou pelo feito e tornou-se o Arauto para promover a ISO 9000. Em maio, fui nomeado pelo Saulo Ramos e o Presidente Sarney como Juiz Classista dos Empregadores do TRT 4ª Região e liberado pelo presidente do mesmo Ronaldo José Lopes Leal. Continuei “monitorando”a Convenção. Por pedido das lideranças esportivas da Guaíba, Gaúcha e Band, promovi um almoço com o Cayzak no dia 10 ao meio-dia no Praia de Belas e, na conversação em” portunhol, Pedro Ernesto Denardin e Luiz Carlos Reche perguntaram: “Você daria ISO para o Grêmio ou para o Inter? Seria possível a vinda do Paris Saint Germain a Porto Alegre?”. Ele silenciou por segundos e respondeu que, após o almoço, iria visitar comigo somente o marketing dos campeões do mundo e, quando estivesse embarcando no voo da noite no dia 13, daria as respostas.

E cumpriu o que declarou na sala VIP no Salgado Filho, me informando que o Internacional merecia ISO 9000 e Saint Germain pode sair de Paris por custo “zero” se o jogo for beneficente e olha com carinho quando se tratar de câncer infantil, diabete e deficiente visual. Vaticino este sonho acalentado, pois Neymar teve o projeto da sua grande ONG de São Paulo inscrita por um publicitário gaúcho, vice-presidente do Instituto Ver Hesíodo Andrade (www.institutover.org.br/instituicoesdobem). O projeto social foi premiado Hors-Concours na 2ª Edição Extra do Festival de Gramado em Paris. Neymar já foi convidado para estar na Embaixada do Brasil no dia 21/9, às 15h, para este Preito de Gratidão com o Galo de Gramado de Paris, que também foi concedido para o Instituto da Criança com Diabetes que tem Falcão, o “Oitavo Rei de Roma” como Patrono e o Instituto do Câncer Infantil protegidos pelos Quero-Queros, Lauro Quadros e Taffarel “vai que é tua”.

*Publicitário, Jornalista e Advogado

Recent Posts

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!