ALAP | Associação Latino-Americana de Publicidade

Author: alap

RECEITA FEDERAL RECOMENDA PROPAGANDA DE PROJETOS SOCIAIS

alap_7516

O Encontro do Bem realizado no último dia 9 de março na Receita Federal, que está comemorando 50 anos e incluiu a ALAP no seu calendário de programações, deu luz para as entidades carentes do RS receberem recursos de imposto devido e doações de mercadorias apreendidas pela Receita Federal que, após leilão, escolherá a entidade que pode ser aquinhoada com caminhão, automóvel, televisor, computador e outros bens de consumo, desde uma vez que seja de utilidade pública, documento que é fornecido pelo município, pelo Estado, Distrito Federal ou pela União. Mas é necessário ser feito um processo para isso e a ALAP criou um Departamento de Projetos Sociais para orientação às entidades carentes que desejarem obter bens leiloados pela Receita Federal.

Respondendo a uma pergunta nossa, o Superintendente Adjunto Ademir Gomes declarou que somente são analisadas para receberem bens leiloados, entidades com CNPJ, reconhecidas de Utilidade Pública pelo Estado ou Município, enfatizando que estas condições estão no site da RFB. E disse mais: 60% dos municípios não têm projetos sociais para se candidatarem aos incentivos fiscais a pagar, razão pela qual 80% do que poderia deixar para o terceiro setor no RS vão para outros destinos, resultando numa perda de 280 milhões em 2016.

Na mesma linha, consegui uma empresa de Venâncio Aires cujo diretor é meu amigo do tempo em que eu tinha a agência Arauto que não existe mais, para doar um forno para pãezinhos aos esfomeados do morro da Tuca, cujo valor beirava aos 6 mil. Consegui com o jovem empresário. Este me argumentou que estava diminuindo seus investimentos em propaganda, e a doação não seria a melhor solução. E fiz o “mea-culpa”, não peço mais e nem recomendo doações assistenciais de mercadorias, porque estas reduzem investimentos publicitários que poderiam acontecer até em entidades que praticam o bem.

Mas o que me encheu de alegria foi o fato do Dr. Ademir Gomes ficar sabendo que a ALAP é de Utilidade Pública de Gramado.

*João Firme é publicitário e jornalista

receita

ENCONTRO DO BEM HOMENAGEIA RECEITA FEDERAL, TST E MINISTÉRIO PÚBLICO

TEXTO E FOTOS: Marco Maciel

20180309_120723
João Firme (C, com o microfone) anuncia novas entidades que serão beneficiadas. Da esquerda pra direita: Gelson de Azevedo, Dorotéo Fagundes, Lauro Quadros (representando o Instituto do Câncer Infantil), Ademir Gomes e Ana Bertuol (coordenadora de eventos do Instituto da Criança com Diabetes)

Na manhã de 9 de março, aconteceu mais uma edição do Encontro do Bem, no auditório da Receita Federal em Porto Alegre. O evento foi em homenagem aos 50 anos da Receita Federal do Brasil, que considera a ALAP – Associação Latino-Americana de Publicidade, com sede em Porto Alegre há 30 anos, como Arauto na divulgação dos incentivos fiscais devidos para o terceiro setor do Rio Grande do Sul.

A abertura do evento foi realizada pelo presidente do Conselho de Administração da ALAP, o publicitário Airton Rocha, diretor da agência Martins+Andrade, onde está a sede provisória do Instituto Ver Hesíodo Andrade, entidade parceira da ALAP que atende gratuitamente crianças de até 10 anos com problemas oculares congênitos da visão, fazendo com técnicos sessões de estimulação e reabilitação visual infantil, numa nova maneira de evitar a cegueira precoce.

O radialista Dorotéo Fagundes apresentou o Encontro do Bem, que contou com palestras do ex-ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Dr. Gelson de Azevedo, e do Superintendente Adjunto da Receita, Ademir Gomes de Oliveira. Estiveram presentes também a representante da Secretaria da Saúde do RS, a Nutricionista Maria Alice Lantmann, e o Promotor de Justiça, Mauro Luiz Silva de Souza, representando o Ministério Público do RS que, após o Preito de Gratidão Mérito Publicitário Latino-Americano da ALAP, fez um manifesto de alegria pelo reconhecimento do MP do RS ser o maior Paladino das entidades carentes constituídas na forma da legislação vigente, tecendo elogios aos fundadores do Instituto Ver pela iniciativa pioneira em 2007 de ter conseguido a primeira lei do Teste do Olhinho em Porto Alegre, uma novidade na medicina moderna da visão infantil que evita a cegueira precoce.

Gelson de Azevedo (em primeiro plano), durante sua palestra

Gelson de Azevedo (em primeiro plano), durante sua palestra

O conferencista Gelson de Azevedo, que foi Juiz do TRT da 4ª Região, procurou encerrar mitos durante sua fala, negando o fim dos direitos trabalhistas com a reforma proposta pelo governo federal. “Não é uma Lei Áurea do empresariado do ponto de vista das relações de trabalho, até porque se trata de uma lei ordinária e os direitos trabalhistas são imutáveis, não podendo ser alterados, pois estão na Constituição Federal”, esclareceu, justificando que um possível prejuízo aos trabalhadores é semeado por entidades sindicais que se opõem à reforma.

Em sua palestra, Ademir Gomes foi didático ao responder dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda, reforçando a normalidade dos atrasos na entrega dos contribuintes. “A pessoa que caiu na malha fina não é um sonegador. Não é mau elemento, é a coisa mais normal que existe, uma vez eu mesmo caí na malha”, confessou, ressaltando posteriormente que, em 2016, de mais de seis bilhões de reais arrecadados, 14 milhões foram doados para instituições beneficentes. E enfatizou que, por falta de propaganda, o Rio Grande do Sul perdeu cerca de 280 milhões, os quais poderiam ser destinados para o terceiro setor. As declarações do IR devem ser entregues até 30 de abril.

20180309_110025O promotor Mauro Luiz Silva de Souza (C, com o microfone), representando o Ministério Público do RS, agradece às homenagens prestadas no evento. Da esquerda pra direita: Roberto Brenol (responsável pela editoria de Opinião do Jornal do Comércio), Gelson de Azevedo, Ademir Gomes, João Firme e Maria Alice Lantmann (representante da Secretaria de Saúde do RS)

Na parte final do Encontro do Bem, o secretário-geral da ALAP, o publicitário João Firme de Oliveira, anunciou a transferência de parte dos valores das inscrições de peças publicitárias sociais da Edição Extra do Festival de Publicidade de Gramado de Paris, no dia 21 de setembro na Embaixada do Brasil, para o Instituto do Câncer Infantil e o Instituto da Criança com Diabetes. “É uma renda que vai entrar da publicidade para as instituições. Todos estarão promovendo a propaganda de responsabilidade social”, sublinhou João Firme, que tomou posse no último dia 8 de março como presidente do Instituto Ver.

As inscrições de projetos sociais e peças de propaganda terão o link gramado.digicraft.com.br à disposição até 31 de agosto, e concorrerão ao troféu franco/brasileiro Galo de Gramado Paris. O Troféu Amazônia será acrescido na categoria especial de mídia de Meio-Ambiente (sustentabilidade ambiental) na abordagem a itens como Ecologia, Clima, Natureza, Água, Flora e Fauna. E o concurso “Não Deixem Morrer meu Rio” premiará a melhor foto humanizada dos rios gaúchos e do Mercosul com o Galo de Gramado Paris e o troféu especial José Lutzenberger, um dos maiores ambientalistas brasileiros, na Edição Extra do Festival na capital francesa, em setembro. Mais informações sobre o concurso de fotografias podem ser encontradas aqui.

Há 26 anos presidente do Conselho de Administração do Instituto do Câncer Infantil, o jornalista Lauro Quadros explicou o motivo pelo qual está há tanto tempo no comando da entidade, contando uma história vivida numa ocasião em que pensou em deixá-la: “Numa reunião da diretoria, eu disse que teríamos que fazer um rodízio, que iria continuar ajudando, mas que não poderia ser presidente eternamente. Foi bem no dia em que se apresentou um empresário querido pra fazer uma doação ao ICI. Ele escapou de morrer e prometeu que, se não partisse, colaboraria. Era o Sérgio Goldsztein, que deu 500 mil para o Instituto e me confidenciou que escolheu o ICI por minha causa. Por isso eu continuo”, contou, emocionado.

Durante o evento, foram entregues diversos Certificados de Mérito Publicitário de Responsabilidade Social aos presentes, além de outras homenagens. Veja em nosso Facebook a Galeria de Fotos do Encontro do Bem.

ROBERTO SIROTSKY É CONVIDADO PARA PRESIDIR JÚRI DO 8º PRÊMIO ESTUDANTIL

20180313_140218João Firme, Roberto Sirotsky e Paulo Velinho. Foto: Marco Maciel

Na reunião-almoço Menu Porto Alegre, promovido pela Associação Comercial de Porto Alegre no Salão Nobre do Palácio do Comércio no dia 13 de março, ocorreu o encontro entre os publicitários João Firme, secretário-geral da ALAP, e Roberto Sirotsky, sócio-diretor da Zy3 Comunicação, associada ao Grupo VMP (Ogilvi, JWT e Y&R), agência também associada à ALAP.

Sirotsky foi convidado por Firme para presidir o júri do 8º Prêmio Estudantil Internacional  de Gramado, que será realizado no dia 26 de outubro, às 20h, com festa na Expo Gramado ou no Cinema Embaixador.

No evento, Roberto Sirotsky, Paulo Velinho, que atuou como empresário de “escol” e ex-presidente da Springer/Admiral, confraternizaram com João Firme e com a diretora geral das Lojas Gang, Ana Luiza Ferrão Cardoso, que também foi cliente da agência Arauto Publicidade, quando seu pai tinha as lojas Obino. Ela foi convidada o júri online internacional da Edição Extra do Festival de Publicidade de Gramado, em Paris, no dia 21 de setembro na Embaixada do Brasil.

RAUL RANDON DA PROPAGANDA

canvas

Um amigo do bem nos deixou nesses tempos que vivemos e nos encontramos na eternidade com Deus. Foi assim que disse o Paixão Côrtes por telefone, enfatizando que ele era o melhor na Propaganda Social, pois todas as mensagens que fazia no programa “Cidade Gaúchas”, de exportação para três estados na década de 60, eram de otimismo no Brasil e da participação da sociedade na ajuda ao terceiro setor.

Comecei a trabalhar com a Randon conhecendo seu irmão engenheiro Ercilio, que cuidava da imagem da empresa e meus encontros com o Raul começaram acontecer no centro das indústrias onde eu frequentava semanalmente para produzir um programa que idealizei na TV Piratini com o nome “Caxias na TV”, baseado com o que aprendi na “Voice of América” em 1965 como formando de Publicidade da primeira turma da PUCRS, estágio ocorrido em setembro para divulgar a Exposição dos Financiados da Aliança para o Progresso e poder convidar a Jacqueline Kennedy para vir inaugurar a EFAP no Parque de Exposições em dezembro de 65, o ano da revolução que nos tirou a liberdade de imprensa.

O “Caxias na TV” idealizei depois de constatar que, nos EUA, a imprensa dos condados (cidades) tinha 60% de preferência, pois cada município tinha interesse de destacar a Cultura e a Arte onde se encontra talentos. O ex-prefeito Hermes Weber gostou da ideia e me disse que só um homem poderia tornar realidade minha ideia semanal na TV Piratini. E após visitar o Raul, ele me levou para a Federação das Indústrias presidida pelo Cipola e após minha explanação perguntaram o preço da TV do Chateubriand e cobriram os custos em minutos. O programa que era para apenas três meses durou mais de um ano com escolas de ballet, Sing House, CTGs, músicos, empresários e locutores na apresentação aos domingos de manhã.

Certo dia, o seu Raul me convidou para abrir a filial da Minuano Publicidade em Caxias do Sul, para atender a conta da empresa.  Recusei informando-o que tinha um projeto de vida e, em 1973, no ano do convite eu estaria recebendo dois diplomas universitários: Ciências Jurídicas e Sociais em Passo Fundo e Relações Públicas na PUCRS. Ele ficou surpreso com o que relatei e mandou abrir uma champanhe do Michelon, com quem tive a conta. Sugeri a Martins+Andrade, pois trabalhava com o Hesíodo Andrade na ABAP e no Sindicato, um capixaba de valor.  Ele aceitou a minha indicação e a Martins foi a primeira agência de Porto Alegre com filial em Caxias.

Já premiei o projeto social FLORESCER na Caravana da Comunicação Social e pretendia premiar outro extraordinário que tem na Edição Extra do Festival de Publicidade de Gramado em Paris no dia 21 de setembro.

Prêmios por ser empresário, empreendedor autêntico e simples, voltado para o trabalho com solução para o crescimento do Brasil, creio que ele é o primeiro no nosso Estado onde ele investe sem medo. Vivo hoje, Raul Randon, mas amanhã poderei estar contigo na santa paz.

João Firme é Publicitário e Jornalista

FOTO: Randon/Divulgação

Sem título

Publicação original do Jornal do Comércio de 6 de março de 2018.

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A EDIÇÃO EXTRA DO FESTIVAL DE GRAMADO EM PARIS

Faça a inscrição de sua peça publicitária nesse link, onde contém o regulamento em português, inglês e espanhol: https://gramado.digicraft.com.br/

ALAP_Meia_Tablóide_261X172-1

A Edição Extra do Festival de Publicidade de Gramado, em Paris, ocorrerá na Embaixada do Brasil na capital francesa em 21 de setembro. Será a segunda edição do evento na Cidade Luz. A primeira aconteceu em 2004, com total êxito, conforme matéria abaixo.

paris2004

2º FÓRUM DO BEM ESTAR DOS ANIMAIS DO MERCOSUL

animais

O publicitário Roberto Duailibi, fundador e presidente Emérito da Associação Latino-Americana de Publicidade (ALAP), inscreveu peças sociais ligadas à fauna brasileira na Edição Extra do Festival de Publicidade de Gramado em Paris. O evento está marcado para 21 de setembro na Embaixada do Brasil na capital francesa. Os trabalhos premiados nas mídias Impressa (jornais, revistas e mídia exterior), Eletrônica (cinema, TV e rádio) e Web receberão o troféu franco/brasileiro Galo de Gramado de Paris e o Amazônia.

Além do reconhecimento, as peças serão apresentadas em Porto Alegre no 2º Fórum do Bem-Estar dos Animais do Mercosul, evento paralelo ao 3º Congresso Latino-Americano de Publicidade agendado para 24 e 25 de outubro, no hotel Plaza São Rafael. As submissões de peças devem ser feitas até 31 de agosto pelo site https://gramado.digicraft.com.br/, onde está disponível, também, o regulamento em português, inglês e espanhol.

Veja abaixo o clássico comercial do Índio SOS Mata Atlântica, do Conselho Nacional de Propaganda, produzido pela agência DPZ&T.

ALAP HOMENAGEARÁ THOMPSON FLORES EM PARIS E PORTO ALEGRE

IMG-20180220-WA0026

Um encontro histórico aconteceu em 20 de fevereiro de 2018, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre. O presidente do TRF4 Carlos Eduardo Thompson Flores será homenageado em Paris na Edição Extra do Festival de Publicidade de Gramado no próximo dia 21 de setembro, na Embaixada do Brasil na capital francesa.

Por seus posicionamentos em favor da Liberdade de Imprensa e da Propaganda, Thompson Flores foi convidado para presidir o 3º Congresso Latino-Americano de Publicidade nos dias 24 e 25 de outubro em Porto Alegre, no Plaza Sâo Rafael Hotel.

Na foto acima: Luiz Coronel, publicitário e poeta, fundador e presidente honorário da ALAP – Associação Latino-Americana de Publicidade, idealizadora dos dois eventos; o desembargador e jurista Thompson Flores; João Firme, secretário-geral e fundador do Festival Mundial de Publicidade de Gramado (desde 1975 nos anos ímpares) e das Edições Extras no exterior para divulgar o Brasil na sua cultura e arte (a partir de 2004, nos anos pares); Luis Lopes, assessor jurídico da entidade; e Jair Meneghetti, consultor de projetos sociais da ALAP.

alap_7496

FOTOS: Ariel Lopes

SEDUÇÃO NA PROPAGANDA

20180206_091836

*João Firme 

A Propaganda tem por fim seduzir o consumidor. O despreparado empreendedor que quer se desenvolver às vezes se mete na criação e acaba querendo uma campanha provocando a Propaganda enganosa, um mal combatido pelo CONAR e o Código do Consumidor. Mas os piores, na nossa modesta opinião, são fornecedores da indústria da comunicação, alguns corruptos que apresentavam orçamentos tripartite.

As mulheres nas agências nos anos 60 e 70 na mídia, produção gráfica e eletrônica eram atraídas por tudo que é proposta de sedução (flores, jantares, presentes, depósitos na conta) e muitas vezes enfrentavam o lobo mau, embora estivessem na idade da loba. Era o que me contavam minhas duas irmãs bem casadas de 40 anos, que trabalharam comigo na Minuano e na Arauto Publicidade.

Dizia São Francisco que Deus quer que se pregue ”bons modos na sociedade”, filosofia ética que derruba muitos pensadores.

Me perguntaram certa vez numa palestra porque eu não falava na minha vida, antes do casamento que aconteceu com 32 anos. Respondi que vivi quando juvenil como Verdi e Mozart e não sei porque estou nesses últimos tempos com dois filhos antes de conhecer minha companheira de 63 anos e quem me cuida hoje, além dela, é o nosso único do matrimônio que não quis ser publicitário e é aeronauta bem sucedido e feliz com três netos que tenho dele.

Nos meus clientes que misturavam o assedio às modelos com a propaganda eu me afastava. Para mim tudo tinha que ser profissional.

No ginásio como adolescente e nas quatro faculdades que passei, minhas colegas admiravam meus cabelos crespos e olhos negros, mas não namorei nenhuma que me lembro.

Respeito a mulher como a rainha do lar e da natureza, pois se Deus não a criasse para seduzir Adão, o mundo não existiria com essa enorme população.

*Publicitário e Jornalista

PROGRAMA DE COMBATE À VIOLÊNCIA ESCOLAR RECEBE PRÊMIO DA ALAP EM SETEMBRO

upload_20180207124126premio_cipaves

O programa Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipaves) receberá o prêmio Hors Concours da Associação Latino-Americana de Publicidade (ALAP). O anúncio foi feito pelo secretário-geral da ALAP, João Firme, na manhã de 7 de fevereiro à secretária de Políticas Sociais, Maria Helena Sartori. A premiação ocorre no dia 21 de setembro, em Paris, durante a Edição Extra do Festival de Publicidade de Gramado, na Embaixada do Brasil na França.

No ano passado a campanha ‘Tamo Junto com a Cipave’, organizado pelas secretarias de Políticas Sociais, Educação e Comunicação, com o apoio do Grupo RBS, mobilizou 345 escolas de 175 municípios em um concurso, onde os alunos produziram vídeos inspirados no comercial da Cipave, utilizando o jingle da campanha por meio de dublagem.

O Cipave, promovido pela Secretaria da Educação (Seduc), incentiva a cultura da paz para reduzir gradativamente os índices de violência em aproximadamente 2,4 mil escolas gaúchas.

Também participaram do encontro os representantes da direção da ALAP, Jair Meneghetti e Dorotéo Fagundes.

Impacto para Melhor Gestão

No último dia 1º, o programa Cipave também foi anunciado como um dos vencedores da 1ª Convocatória Internacional de Avaliações de Impacto para uma Melhor Gestão, promovida pela Corporação Andina de Fomento (CAF) – Banco de Desenvolvimento da América Latina. A iniciativa do governo gaúcho foi uma das cinco escolhidas, concorrendo com ações públicas realizadas na América Latina e no Caribe. Ao todo, participaram 120 projetos.

TEXTO: Secom/FOTO: Eveline Medeiros/Especial Palácio Piratini

Reprodução original da matéria no site do Governo do Estado do Rio Grande do Sul: http://www.rs.gov.br/conteudo/273858/programa-de-combate-a-violencia-escolar-recebe-premio-da-alap-em-setembro 

HUGO RODRIGUES PRESIDIRÁ JÚRI DA EDIÇÃO EXTRA DO FESTIVAL DE PUBLICIDADE DE GRAMADO, EM PARIS

hugo-rodrigueschairman-e-ceo-da-wmccann

CEO e Chairman da WMcCann, Hugo Rodrigues será o presidente do Júri do 2º Prêmio de Criatividade Profissional Internacional de Gramado, que ocorrerá na Edição Extra do Festival de Publicidade de Gramado, em Paris, no dia 21 de setembro. Ele foi presidente do 1º Prêmio, realizado de 7 a 9 de junho de 2017 dentro do tradicional Festival na cidade gaúcha, um sucesso à parte com sua presença fazendo conferência e apresentando os laureados sociais com o troféu Galo de Gramado, prêmio oficial da propaganda brasileira.

As inscrições pela internet de peças publicitárias de responsabilidade social começarão dia 1º de março, indo até 30 de agosto, com a votação online de jurados do mundo inteiro nos dias 11,12 e 13 de setembro. Mais informações nos sites www.alap.com.br e www.festivalgramado.com.br.

Estudioso do comportamento do consumidor, Hugo tem obsessão por resultado e entende que as marcas querem e precisam de retorno rápido.

Foi eleito duas vezes consecutivas um dos três publicitários mais admirados pelos clientes, segundo levantamento da consultoria espanhola Agency Scope, que ouviu 405 anunciantes.

Em 2016, Hugo entrou para o ranking dos Top 3 CEOs do mundo da Creativepool, rede social voltada à indústria criativa global.

Vencedor de três Prêmios Caboré: em 2017, como Empresário/Dirigente da Indústria da Comunicação; em 2016, como Presidente da Agência do Ano e, em 2014, como Profissional de Criação. Hugo também foi nomeado um dos publicitários mais influentes do Brasil pela revista GQ.

Conquistou 17 Leões no Festival de Cannes para clientes como Heineken, Procter&Gamble, Swatch, Nestlé Purina, Chevrolet, entre outros, e foi convidado para ser um dos representantes brasileiros como jurado no mesmo festival por duas vezes.

Depois de ter liderado uma das maiores viradas do mercado e levado a Publicis ao segundo lugar no ranking das agências, Hugo foi o profissional escolhido pelo grupo americano Interpublic para suceder Washington Olivetto no comando da WMcCann.

FOTO: Divulgação/WMcCann.