ALAP | Associação Latino-Americana de Publicidade

Sem categoria

A PROPAGANDA AMA A BRIGADA MILITAR




Na foto acima do assessor de imprensa Rafael Silva, aparecem da esquerda pra direita o jornalista Luiz Adolfo Lino de Souza, presidente da ARI – Associação Riograndense de Imprensa; Cinthia Flores, Relações Públicas da diretoria do Instituto Ver Hesíodo Andrade; Margaret Sobrosa, técnica em Estimulação e Reabilitação Visual Infantil, capacitada em curso do Instituto Ver; Coronel Mario Yukio Ikeda, Comandante-Geral da Brigada Militar do Estado do Rio Grande do Sul, exibindo a placa-troféu Paixão Côrtes Celestial; João Firme, Secretário-Geral da ALAP e Presidente Exectivo do Instituto Ver Hesíodo Andrade; e Alcides Pozzobon, fundador do Rotary Club Beira Rio. Sobre a minha carteira escolar com a túnica caqui me emociono ao falar dela e a troquei pela verde oliva por ter sido convocado para servir  da pátria amada Brasil.

Ultimamente ouço  e vejo nos meios de comunicação eletrônicos manifestações de amor e  solidariedade de comunicadores mantidos pela Propaganda à nossa briosa Brigada Militar fundada em 1837 com o slogan “a força da comunidade”.

Sofro muito com cada um  que vai para o céu e por isso tenho orado muito pela paz e que o Senhor preserve a vida desses “soldadinhos” queridos e  valentes como São Pedro, autênticos e simples como São Francisco de Assis.

Na minha infância em Santa Rosa, admirava-os e dizia para meu pai Francisco que queria ser um deles.

Na triste guerra mundial,nos “recreios” se instalou o “bule” e eu cuidava de um coleguinha italiano de baixa visão,chamado Capellari que terminou no Santa Luzia como músico, e apanhei muito em sua defesa. Certo dia cheguei em casa com “hematomas” e me recusava a ir a voltar à aula. Foi aí que meu pai Francisco decidiu me vestir com uma túnica “caqui” o que me dava confiança  e um grupo de pais se instalou no Colégio Visconde do Rio Branco e depois no ginásio Santa Rosa de Lima como auxiliares-voluntários  da Brigada Militar.

Em Porto Alegre como Publicitário em 1987  na semana de aniversário idealizei pela Arauto  um caderno de valorização à BM no Jornal do Comércio e contratei para a  pesquisa e a matéria  o saudoso  e competente jornalista Jayme Copstein, meu colega conselheiro na Associação Riograndense de Imprensa  e consegui preço especial para a Industria de Fogões Venax patrocinar.

 Os resultados para o cliente,meu colega advogado Guaracy Campos,então presidente da Venax de Venâncio Aires foram positivos para  como publicidade que teve  o fim de conscientizar a sociedade para Amar à Brigada Militar pela atividade ostensiva e preservação da ordem  pública.

*Publicitário e Jornalista

A emoção e  a saudade dos nossos heróis me tiram a “sapiência” que Deus me deu para uma legenda com a “túnica” que foi trocada aos 17 anos pela” verde oliva”em Santa Rosa e Santo Ângelo  da Pátria Amada Brasil.

alap30anos

João Firme de Oliveira

Secretário Geral da ALAP e Presidente do Instituto Ver Hesíodo Andrade (voluntário)

Publicitário e Jornalista

+55 51 99806.5222 (telefone pessoal)

+55 51 3222.5222 (telefone da ALAP)

+55 51 3136.8685 (telefone residencial)

[www.alap.com.br]http://www.alap.com.br

http://www.institutover.org.br

Facebook da ALAP

Facebook João Firme

OAB/RS 7368


Este email está limpo de vírus e malwares porque a proteção do avast! Antivírus está ativa.

O QUE MUDA NO FESTIVAL DE GRAMADO DE 2018 COM EDIÇÃO EXTRA EM PORTO ALEGRE

O Festival Mundial de Publicidade que chegou ao pico de 7 mil participantes em 2007 foi diminuindo nos anos seguintes pela entrada da internet com seus aplicativos que permitem aos jovens antecipar o futuro.

Vaticinamos este ano de 7 a 9 de junho um empreendimento para 1.500 e na projeção julioverniana  erramos, pois deu  acima de 2.ooo e nervosos  pelo pouco patrocínio nos atiramos a fera do déficit que acontece até quando o Festival de Gramado cresce demais.

De tudo o que vimos dos jovens da geração Y é a falta de conhecimento, cultura e pouca disposição para a arte.

Descobrimos que os inscritos como participantes nos paralelos de entidades assistem os Workshops e dispensam  os demais assim como as palestras no plenário, preferindo o “tour”, fandango, trago e mulher.

Dentro do que pensamos tivemos um depoimento espetacular do diretor da Câmara Brasil Alemanha, Valmor Kerber, no dia 4 último, no auditório da Prefeitura de Gramado no evento preparatório às Edições Extras de 2018 em Berlim, Washington e Nova Dehli. Ele disse: – Acabaram os grandes eventos. Os empresários que investiram em pavilhões para feiras e congressos vão ter espaços ociosos durante o ano e dificilmente sobreviverão.  – A indústria hoteleira e de viagens terão que se adequar às mudanças  que acontecerão ainda nesta década.

As entidades públicas e privadas estão se organizando para terem eventos da categoria sem cobrança de locação e com toda infraestrutura.

As baladas vão cair para a felicidade da sociedade, pois estas  que eram  para divertimento da juventude se tornaram antro de vícios e por isso  estão sendo  olhadas pela Receita e Polícia Federal seguindo as novas leis e instruções normativas, depois da tragédia de Santa Maria e outras no universo.

E concluiu Valmor Kerber com uma séria advertência: “O RS que tem um PIB menor do que SC e deve seguir o exemplo do estado gaúcho-alemão, a união que faz a força entre empresários e políticos sem cor na hora de divulgar os produtos e serviços para o mundo”.

Esclarecemos que o Festival de Gramado (teve tombado somente o Galo), prossegue  no formato que a organização entender com o pagamento de inscrições nas peças profissionais e nos ingressos para o seminário desde uma vez que não contenha política ou religião nos conteúdos pois estes são proibidos por lei e estatutariamente para fins de registro Cartório de Pessoas Jurídicas.

Novidades para 2018 comemoradas em Porto Alegre, 40 anos do Sindicato das Agências de Propaganda RS no dia 25 de outubro no Plaza São Rafael que dá o salão de festas onde ocorreu a posse da primeira do SINAPRO-RS : 3º Congresso Latino-Americano de Publicidade, 6º Fórum Mundial de Comunicação  Social, 2º Prêmio de Reportagens Ambientais em Jornais e Revistas inscritas inscritas por leitores contemplando os mesmos e os jornalistas, 1º Prêmio de Propaganda de Responsabilidade Social de Rádios,Tvs e Digitais e 1º Prêmio Latino-Americano  Nobel do Bem.

E a  do Certificado de Extensão Universitária em Comunicação da FAMECOS/PUCRS que faz parte do currículo de mais de 100 mil acadêmicos brasileiros que passaram pelo Festival Publicidade de  Gramado e continuará como referência nacional em eventos de comunicação pelo Itamaraty e desde 2015  de Cultura e da Arte.

João Firme
Publicitário e Jornalista

LUIS FERNANDO VERÍSSIMO PRESTIGIA ALAP COMO ENTIDADE DEFENSORA DA PROPAGANDA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL E DA DIVERSIDADE

ALAP 7 Luis Fernando verissimo_b

ALAP 2_ Tiago e Pedro Simon

ALAP 3_Batista Filho recebendo por ALceu Collares

Foi emocionante o evento dos 30 anos da ALAP e 10 do Instituto Ver Hesíodo Andrade ocorrido dia 1º de julho, às 10h, na ARI – Associação Riograndense de Imprensa em Porto Alegre.

Luis Fernando Veríssimo foi  o AZ do evento com os governadores Pedro Simón, Jair Soares, o deputado federal Ibsen Pinheiro,  deputado estadual Tiago Simon. o ex-Prefeito José Fortunatti, o presdente da Câmara de Vereadores de Gramado.Luia Barbacovie  com Batista Filho,presidente do Conselho de Administrativo da ARI representando o Governador Collares  e o ex-deputado federal e atualmente procurador do Ministério Público do RS, Vieira da Cunha.

Depois de ouvirem a palestra sobre doenças oculares infantis  da Dra.Rosane Ferreira,presidente do Instituto Ver Hesíodo  Andrade e professora e pesquisadora por uns tempos da John Hopkins Universidade TOP de Medicina Americana, Luiz Coronel, homenageou os presentes e Luis Fernando Veríssimo inaugurou o anúncio da Arauto Publicidade de João Firme que tem o texto de Érico Veríssimo idealizado e 1975 para promover a 1ª FENATRIGO em Cruz Alta onde foi depois de 40 anos

GALO DE GRAMADO, PASSOU A SER PATRIMÔNIO HISTÓRICO CULTURAL DE GRAMADO

Luia Barbacovei, presidente da Câmara de Vereadores de Gramado e João Firme de Oliveira, fundador do Festival de Gramado e Secretário-geral da ALAP com o Galo de Gramado que agora é Patrimônio Histórico do Município de Gramado, sendo prêmio oficial do Município de Gramado em Cine/TV, Jornal, Revista, Outdoor, TV, Rádio e Web com inscrição gratuita e julgamento online,a diferença no mundo.

INSTITUTO VER EVITA POR ANO QUE 22 CRIANÇAS FIQUEM CEGAS, ECONOMIZANDO 16 MILHÕES E 500 MIL REAIS PARA PORTO ALEGRE

Os médicos oftalmologistas pediátricos Amadeu Vargas,Giovani Travi, liderados pela Rosane Ferreira,presidente da Sociedade  Brasileira de Oftalmologia Pediátrica nos solicitaram  que no Festival de Gramado de 2007 fosse constituído  o  Instituto Ver, voltado para a estimulação e reabilitação visual infantil,gratuitamente, em crianças com doenças congênitas como catarata, glaucoma e câncer de fundo de olho. e conquistar o Teste do Olhinho (reflexo vermelho), obrigando os hospitais a este procedimento.  Aceitamos o desafio e aconteceu.

Partimos para a luta com colegas voluntários e conseguimos o apoio do  Ministério Público, Lions, Rotary, Fundação Mauricio Sirotsky Sobrinho, entidades de comunicação e veículos, e a lei do  Teste do Olhinho foi sancionada em 2008 em Porto Alegre e 2012 no RS.

A Rosane Ferreira,presidente do Instituto Ver que está lecionando oftalmologia para médicos do mundo na Johns Hopkins School of Medicine Top da Medicina Americana  quer que  a propaganda conquiste para milhares de cidades brasileiras e latinas leis do Teste do Olhinho e núcleos (casas)  de Estimulação e Reabilitação Visual Infantil para evitar a cegueira precoce.

Checando ,diz a Joana D’Arc da visão infantil, “ com  as doenças oculares mais comum que podem levar a deficiência visual severa e/ou cegueira, 22 crianças por ano nasceriam na capital gaúcha que poderiam ficar cegas antes da realização da sistemática do Teste do Olhinho e do tratamento imediato”.

Assim a cada ano, só em Porto Alegre, ocorre uma economia de 16 milhões e 500 mil reais,  graças ao Instituto Ver, diz a Rosane.

Comemoraremos os  10 anos  da trajetória crescente do Instituto Ver no  21º Festival Mundial de Publicidade de Gramado, de 7 a 9 de junho, que precisa para continuar seu trabalho de conscientização e da parceria dos seus fundadores,  ALAP, ABAP, FENAPRO, SINAPRORS, ARP e CNP.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!