ALAP | Associação Latino-Americana de Publicidade

Artigos e Notícias

ORQUESTRA SINFÔNICA DE BERLIM NAS COMEMORAÇÕES DO TRIÊNIO 188-190 ANOS DA IMIGRAÇÃO ALEMÃ NO RS EM 2018

Às vezes me pergunto, mas que vida Deus me deu na diversidade. Sobrevivi com  leite de mãe preta. Meu pai Francisco, colono, me disse certa vez que o meu avô o deu para ser criado  por uma família  alemã de Panambi, RS.

 Na guerra defendia nas ruas da minha Santa Rosa de Lima os guris germânicos que estudavam comigo no colégio Visconde de Rio Branco  e no Rádio organizava um programa noturno com músicas clássicas entre as quais se destacavam  Bethoven, Mozart, Brahms, Straus e Scherman.

 Quis o destino que em 77 eu conquistasse a conta da Continental (Brahma) onde  continua a torre no shopping Total e nos 100 anos trouxesse a Porto Alegre a Sinfônica de Berlim. Pois está prestes de se realizar meu sonho de assisti-la neste período de vida novamente em Berlim na edição Extra do Festival de Gramado que acontecerá em 2018 nos quase  200 anos da imigração alemã no Brasil e quem sabe trazê-la de volta  para inaugurar a 51ª Festa Nacional da Soja, cuja conta foi minha através da Minuano Publicidade da primeira a terceira e lhe dei o nome de  berço nacional da Soja, graças ao pastor luterano teuto-americano Lehenbauer que trouxe as primeiras sementes  para  florescerem na capital nacional da soja.

Com a  Soja, veio o  boom agrícola no Brasil com o surgimento da automotriz  SLC em Horizontina, minha grande conta que possibilitou a ida de Érico Veríssimo inaugurar a 1ª FENATRIGO em Cruz Alta, onde outrora viveram Ana Terra e o capitão Rodrigo Cambará com novos verdes e o ouro dos trigais.  Érico colheu as sementes de trigo  na famosa colheitadeira, além de desempenhar voluntariamente a função de redator criativo de um anúncio convite de outra agência que tive, a Arauto Publicidade  convidando os compatriotas a visitarem a cidade onde outrora viveram   Ana Terra e Rodrigo Cambará.

Mas o RS tem a dádiva germânica com empresas que tive orgulho de prestar serviços como publicitário:  Eickoff e Fankauser (Tuparendi), plantadeiras; Ideal Colheitadeiras de Santa Rosa;  Curtume Silveira, Indústria de Calçados Muller e 1ª FENAC de Novo Hamburgo; Calçados Reichert de Campo Bom; Ortopé de Gramado, Bibi de Parobé; Guerdau, Sapucaia do Sul. Me interessei no país que tem investimentos de  10% do seu PIB no Brasil e tem indústrias de renome como Volkswagen, Siemens, Mannesmann, VARIG, Stihl, Thyssen Krupp, Siemens, Voith, Mercedes-Benz, Motores MWM, Renner e Kohlbach.

Tenho amor  pelo movimento alemão de Valorização do Idoso na Sociedade com voluntários aposentados com saúde que ensinam tecnologia gratuitamente em uma centenas de países no mundo sem cobrar nada, razão do Publicitários sem Fronteiras, um núcleo vitorioso da ALAP-Associação Latino-Americana de Publicidade, entidade sem fins lucrativos de defesa dos direitos sociais ligadas à cultura e arte e que vão às Embaixadas brasileiras e estrangeiras divulgarem o nosso grande Brasil.

João Firme
*Publicitário e Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *